SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

CMDCA destina recursos do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente para projetos sociais

14/7/2020, 7:24h

O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Feira de Santana aprovou ajuda financeira para o desenvolvimento dos projetos desenvolvidos pelo Dispensário Santana e pelo Instituto Antônio Gasparini.

Os recursos, repassados pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, são resultados de deduções do Imposto de Renda de pessoas físicas e jurídicas – entre 6% e 1% do valor devido, respectivamente. Ambos beneficiam diretamente dezenas de crianças e adolescentes.

O “Criando Espaço VIII” é desenvolvido pelo Dispensário Santana, que vai receber, brutos, R$ 35 mil – e líquido, R$ 28 mil. O valor aprovado para o Instituto Antônio Gasparini, que funciona na Cidade Nova, foi R$ 31.139,55 brutos – com desconto, R$ 24.911,64.

A dedução de 20% do valor é retida para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente.

  •  

Campanha de arrecadação de alimentos ganha mais um ponto de coleta

12/7/2020, 14:42h

O ato de solidariedade está levando muita gente a doar gêneros alimentícios e produtos de higiene pessoal e limpeza, destinados às pessoas que passam por dificuldades financeiras, agravadas pela pandemia da Covid-19. A campanha, desenvolvida pelo Núcleo de cidadania do Adolescente (NUCA) e a Guarda Mirim, com apoio do Governo do prefeito Colbert Martins Filho através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), está sendo ampliada e agora também conta com ponto de arrecadação no G. Barbosa do Sobradinho, mantido pelo Agrupamento de Bombeiro Civil (ABC), com sede no próprio bairro.

A princípio, a arrecadação deve ser mantida, em pontos estratégicos espalhados por toda a cidade, até final deste mês. Entretanto, conforme o chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), Pedro Américo, o prazo pode ser ampliado a depender das necessidades.

Os produtos arrecadados estão sendo destinados às famílias necessitadas, residentes tanto na zona rural quanto bairros periféricos de Feira de Santana. “Este é um momento que exige união toda a população e os feirenses têm abraçado a campanha motivados pela solidariedade, ajudando a quem mais necessita”, frisou Pedro Américo.

Além dos pontos de arrecadação, que em boa parte conta com apoio de bombeiros civis, outros pontos oficiais para recebimento de donativos podem ser montados por instituições interessadas em apoiar a campanha. Basta, para tanto, entrar em contato com os membros do NUCA ou com a Guarda Mirim. A coordenadora do NUCA, Loane Santana, atende também pelo número (75) 99140-0973 para tirar dúvidas e passar mais informações.

Quem desejar doar, pode se dirigir também ao Centro de Formação da Guarda Mirim Antônia Costa, na rua Caravelas, 317, bairro Jardim Acácia, Posto Avançado da Guarda Municipal de Feira de Santana, na Praça Padre Ovídeo, ao lado da Catedral Metropolitana de Sant'Ana (Igreja da Matriz), Centro de Treinamento Fireman, rua Landulfo Alves, 816, Sobradinho. Recebe as doações Segunda a sexta das 14 às 17 hrs. Responsável – Carvalho Fireman – (75) 99145-5665. Rua Pedro Suzart, número 657, bairro Brasília. Responsável- Ludi Cordeiro (75) 99203-0830.

  •  

CMDCA vai investir R$ 210 mil na compra de alimentos para crianças e adolescentes

10/7/2020, 16:21h

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, aprovou o Plano de Ação de Enfrentamento à covid-19, e deliberou pelo repasse de R$ 210 mil que serão destinados à compra de alimentos e produtos de higiene pessoal que vão beneficiar ao público que assiste. Os recursos tem origem no Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

A deliberação para o enfrentamento à pandemia aconteceu no mês passado, em reunião extraordinária e online. Serão priorizadas crianças e adolescentes acompanhados pelas Instituições inscritas e regulamentadas no CMDCA, da zona urbana e rural de Feira de Santana, que atendem segmentos vulneráveis da população.

O plano de enfrentamento e ação tem como objetivo contribuir para o enfrentamento das situações de vulnerabilidade e risco social em virtude da situação de calamidade pública pelo novo coronavírus.

Todas as instituições deverão apresentar relatório onde justifica a sua contemplação, inclusive a necessidade de um quantitativo de cestas de forma plausível. Também devem constar o nome e endereço do beneficiário, mais o vinculo com a instituição.

Na reunião foi aprovada e nomeada a Comissão de Acompanhamento e Fiscalização do Plano de Enfrentamento ao COVID-19 e os critérios estabelecidos conforme representatividade.

Liliane Carvalho, representa a Sedeso, Jurandir Matogrosso, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Feira de Santana-APAE, Claudiana Leal, representa o Dispensário Santana e Marineide das Virgens, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

  •  

Instituto Família Azul faz segunda distribuição de cesta de alimento para portador de TEA

7/7/2020, 18:16h

O Instituto Família Azul está distribuindo, pela segunda vez consecutiva, cestas de alimentos para famílias, de baixa ou nenhuma renda, de crianças portadoras do TEA (Transtorno do Espectro Autista), associadas à entidade.

Ao todo serão beneficiadas com comida, mais material de limpeza e higiene pessoal, mais de 50 famílias. As cestas estão sendo entregues na sede da entidade, início da rua Alcides Fadiga, na Queimadinha.

Cíntia Souza, que preside a entidade, disse que as cestas são resultados da participação de parceiros que conhecem a realidade destas famílias, maioria de autônomos, que enfrentam dificuldades financeiras nesta pandemia.

Afirma que as doações são e sempre serão bem vindas, principalmente neste período que não está nada fácil para todas as famílias, muitas enfrentando dificuldades financeiras.

“Nem todos encontram um serviço para suprirem pelo menos as necessidades básicas. Na aflição, nos procuram e nos buscamos os nossos parceiros, que sempre nos atendem e muito bem. A quem agradeço”.

Ela afirmou que a meta é que, durante as dificuldades geradas pela pandemia, mensalmente estas famílias recebem uma cesta de alimentos, com quantidade suficiente para alimentá-los por uma semana, no mínimo.

“Vamos continuar batendo à porta dos nossos parceiros, que com sensibilidade estão atendendo aos nossos pedidos”, afirmou Cíntia Souza.

  •  

Redes sociais aproximam idosos do Dona Zazinha e combatem solidão

5/7/2020, 17:15h

O governo do prefeito Colbert Martins Filho, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), está promovendo o Projeto “Isolamento ou afastamento social? A arte de conviver à distância”, ferramenta de aproximação dos idosos e idosas que se encontram nesse contexto de isolamento social, dando continuidade às atividades presenciais do Centro de Convivência para Idosos D. Zazinha Cerqueira, que necessitaram ser interrompidas devido à pandemia de Covid-19.

Utilizando do aparato tecnológico (computadores, internet, WhatsApp, Instagram, canal no YouTube) são desenvolvidas aulas de atividades físicas, oficina de memória, grupos de convivência e fortalecimento de vínculo familiar e comunitário, oficina de dança, yoga, artesanato, grupo com orientação de saúde, informática, sempre sob a supervisão da equipe técnica composta por assistente social, pedagogo, orientador social, coreógrafo, enfermeiro, médico, nutricionista, educador físico, artesã, músico e advogada.  

Segundo a coordenadora de programas e projetos da Sedeso, Rosângela da Hora, "o principal objetivo é inserir a pessoa idosa no mundo digital, promovendo o bem-estar e a autonomia, mantendo a rotina de atividades do centro de convivência, estreitando, dessa forma, o relacionamento e reduzindo a solidão, tornando a casa dos idosos uma extensão do Zazinha".

O chefe de gabinete da Sedeso, Pedro Américo Lopes, reitera que  a “solidão na terceira idade já era um problema antes mesmo da pandemia, muitos completamente abandonados pela família. Pensando nisso, promovemos estratégias para que o isolamento não se torne uma solidão, interromper suas rotinas e atividades sociais os tornam mais frágeis. Devemos procurar manter as pessoas conectadas, preservando suas rotinas diárias o máximo possível. A interação social não precisa (e nem deve) acabar, e com esse projeto, idosos podem conversar abertamente sobre sua condição de isolamento e ouvir recomendações diretamente de um profissional capacitado.”

O Centro de Convivência tem matriculados nas atividades presenciais 1.051 idosos e idosas, sendo a meta alcançar 1.500 inscritos até o final de 2020. Atualmente 368 idosos(as) participam do Projeto na modalidade EAD, que teve seu início em abril/2020 e prosseguirá enquanto durar a pandemia.

Os idosos e idosas que tiverem interesse em participar do Projeto “Isolamento ou afastamento social? A arte de conviver a distância” podem se inscrever através dos números 991958-3570 (WhatsApp) e 3223-5286.

  •  

Projeto evidencia cuidados da Prefeitura com servidor público em época de pandemia

5/7/2020, 16:16h

Com o lançamento do projeto “Proteção e Cuidado”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), a Prefeitura de Feira de Santana está evidenciando os cuidados que vêm adotando para preservar a vida dos servidores públicos municipais diante do coronavírus. Os equipamentos, para atendimento à população e respostas imediatas às demandas neste momento de pandemia, estão funcionando mas com todas as medidas necessárias para evitar contágios.

Coordenado pelo Departamento de Segurança Alimentar, Nutrição e Cidadania, dirigido pela diretora Ivone Fernandes, o projeto também contou com a coordenação de Aline Magalhães e Alda Oliveira e apoio de Rosângela Silva. Juntas, coordenaram uma equipe de 25 servidoras públicas municipais envolvidas no projeto, produzindo assim cerca de 6 mil máscaras de proteção nesta primeira etapa da ação. 

Ivone Fernandes ressalta a importância da iniciativa pra garantir segurança e tranquilidade aos servidores públicos, além de adequar os serviços que passaram por ajustes em função da pandemia. “Este é um projeto iniciado na gestão do ex-secretário Pablo Roberto Gonçalves, ao qual agradecemos pelo apoio, como também ao secretário Denilton Pereira, e que está tendo segmento agora, envolvendo servidores vinculados à Sedeso, em regime de escala, ou trabalhando também em home office, no caso dos servidores que se enquadram nos grupos de risco”, destacou.

Neste primeiro lote de produção, as 6 mil máscaras já estão sendo distribuídas aos departamentos e equipamentos ligados á Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). “Continuaremos o trabalho, no aumento da produção de máscaras, já que temos capacidade de confeccionar cerca de 10 mil máscaras por mês e, com esta produção, pretendemos também estender a distribuição aos demandatários dos equipamentos vinculados à Sedeso”, concluiu.

A produção está sedo confeccionada no anexo do Avivamento  Bíblico, na avenida Senhor dos Passos, onde funcionam equipamentos da Sedeso. No local, os funcionários estão adotando medidas de distanciamento, além de máscaras e álcool em gel, seguindo orientações preconizadas pelos órgãos de saúde.

  •  

Denilton Brito assume Sedeso e Moura Pinho é nomeado procurador

1/7/2020, 13:27h

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso) de Feira de Santana tem novo comandante. Denilton Pereira de Brito (foto) assume a pasta de forma definitiva e deixa a Secretaria de Governo. A nomeação foi publicada na edição desta quarta-feira, 1º de julho, no Diário Oficial Eletrônico.

Denilton Brito já estava respondendo de forma cumulativa as duas pastas, desde que Pablo Roberto retornou à Câmara de Vereadores. Ele também já havia assumido a pasta em outras oportunidades como secretário interino.

Novo Procurador já foi nomeado

Na mesma edição do Diário Oficial, o prefeito Colbert Martins Filho também nomeou o novo Procurador Geral do Municipio, o advogado Carlos Alberto Moura Pinho (foto). A Câmara de Vereadores aprovou ontem a indicação do seu nome para o cargo, de forma unânime.

O mandato será de dois anos – junho de 2020 e junho de 2022. Moura Pinho vai substituir Ícaro Ivvin, que foi exonerado do cargo.

  •  

Prefeitura promove ação de sensibilização contra LGBTFobia no trânsito

26/6/2020, 16:23h

A Prefeitura de Feira de Santana e o Núcleo do Orgulho LGBTQIA+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, queers, intersexuais, agêneros) promoveram uma ação de sensibilização contra a LGBTFobia no Trânsito. A mobilização foi realizada na manhã desta sexta-feira, 26, no cruzamento entre as avenidas Senhor dos Passos e Getúlio Vargas, alertando contra a discriminação.

Com o tema “Eu sou o que sou: Orgulho!”, a equipe de mobilizadores da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) do Governo do prefeito Colbert Martins Filho foi às ruas, portando faixas e distribuindo panfletos educativos, além de tirarem dúvidas sobre a garantia dos direitos de LGBTQIA+, além dos mecanismos que compõem a rede de proteção e de denúncias contra quem praticar o crime.

O coordenador Fábio Ribeiro, chefe da Divisão de Promoção dos Direitos das Minorias da Sedeso, ressalta que quem sofrer LGBTFobia pode denunciar a prática através do canal Fala Feira 156, telefone disponibilizado pelo Governo Municipal de Feira de Santana. Informa ainda que a mobilização prossegue até o próximo dia 28 deste mês.

Outra coordenadora da ação, Jaqueline Vieira, destaca a importância da promoção de campanhas visando o enfrentamento da discriminação sofrida por LGBTQIA+. “Esta é uma necessidade de apoio das minorias discriminadas. É necessário se valorizar a essência destas pessoas, de forma a terem orgulho de si, independente da orientação sexual, identidade e/ou expressão de gênero, raça, etnia e classe social”, observou.

  •  

NUCA e Guarda Mirim ampliam pontos de arrecadação de alimentos para famílias carentes

25/6/2020, 17:19h

O Núcleo de Cidadania do Adolescente (NUCA) e a Guarda Mirim estão ampliando os pontos de coleta para a campanha de arrecadação de produtos alimentícios, de higiene pessoal e limpeza, realizada até o próximo dia 30. Os produtos serão destinados às famílias necessitadas residentes na zona rural e bairros periféricos de Feira de Santana.

O chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), Pedro Américo, ressaltou a importância da população feirense abraçar a campanha. “Esse é um momento de união. Através da solidariedade podemos ajudar quem mais precisa. Juntos somos mais fortes”, frisou.

Pedro Américo ressalta ainda que se alguma instituição tem o interesse de apoiar a campanha e montar um ponto de arrecadação ou colaborar, pode entrar em contato com a Sedeso, os membros do NUCA ou com a Guarda Mirim. Loane Santana, coordenadora do NUCA, disponibiliza seu contato telefônico para mais informações pelo número (75) 99140-0973. 

As doações estão sendo recebidas no Centro de Formação da Guarda Mirim Antônia Costa, na rua Caravelas, 317, bairro Jardim Acácia, e também em novos pontos mantidos por apoiadores em diversas localidades da cidade.

As coletas também podem ser feitas no Posto Avançado da Guarda Municipal de Feira de Santana, na Praça Padre Ovídeo, ao lado da Catedral Metropolitana de Sant'Ana (Igreja da Matriz). 

Centro de Treinamento Fireman, Rua Landulfo Alves 816, Sobradinho. Recebe as doações Segunda a sexta das 14 às 17 hrs. Responsável – Carvalho Fireman – (75) 99145-5665.

Rua Pedro Suzart, N 657, Bairro Brasília. Responsável- Ludi Cordeiro (75)99203-0830.

Os Bombeiros Civis promoverão uma ação no bairro 35 BI em prol da arrecadação. Acontecerá neste sábado, 27, na Associação dos Moradores do bairro 35 BI, na rua El Salvador, número 2021, das 8 às 17 h. Para mais Informações entrar em contato com o responsável pela ação, o bombeiro civil Gleidson Bispo (75) 99449-6239.

  •  

Sedeso realiza ação para prevenir contágio da Covid-19 entre profissionais do sexo

22/6/2020, 16:21h

Profissionais do sexo que atuam em Feira de Santana participaram de uma ação educativa, visando a prevenção da Covid-19 e de doenças sexualmente transmissíveis. O trabalho foi realizado pela equipe do Núcleo de Promoção dos Direitos LGBT+ do Centro de Referência de Promoção dos Direitos Humanos, ligado a Secretaria de Desenvolvimento Social.

As equipes visitaram os locais de trabalho dessas mulheres e distribuíram kits com produtos de higiene pessoal, preservativos e gel lubrificante. A ação reforçou a importância do uso de preservativos e a necessidade de cuidados higiênicos para não serem contaminadas pelo novo coronavírus.

A ativista pelo direito das profissionais do sexo, Tatiane Sacramento, também participou da ação. Ela destacou que o momento pandêmico “estabelece  uma aproximação do ppoder público com essas pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade”.

  •