Criana superdotada: conhea o feirense de 2 anos que j sabe ler e escrever

    Mais de 24 mil estudantes com altas habilidades e superdotação estão matriculados na Educação Especial, de acordo com o Censo Escolar. Ver a criança pequenininha ler e escrever, sem dúvida, chama a atenção de qualquer um. Mas isso também é uma questão  pública de saúde mental, já que essa condição pode trazer distúrbios de ansiedade e dificultar a  socialização. Veja mais detalhes na reportagem!


    Compartilhar no Facebook     Compartilhar no Whatsapp