FUNDAÇÃO HOSPITALAR DE FEIRA DE SANTANA

Agosto Dourado: Palestra vai abordar como manter amamentação na pandemia

5/8/2020, 22:32h

Na Semana Mundial da Amamentação, o Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher, chama atenção dos pais e todos que convivem com bebês sobre as dificuldades ligadas ao aleitamento materno. Até o dia 6 de setembro, a unidade vai promover palestras e orientações sobre o tema, que podem ser acompanhadas através do endereço eletrônico  www.even3.com.br/encontroaleitamentohips2020.

As palestras virtuais começaram na segunda-feira, 3, e contou na programação com a bióloga, Camilla da Cruz Martins, mestre em Saúde Coletiva (UEFS), e responsável técnica pelo BLH/HIPS. Até o dia 9 estão previstas, entre outras, palestras com a pediatra Nilma Lázara de Almeida Cruz Santos, que é especialista em neonatologia e médica do Banco de Leite Humano (HIPS). Ela vai falar “Como manter amamentação em tempos de coronavírus”. 

O I Módulo de Palestras Virtuais da Semana do Aleitamento Materno será finalizado com a psicóloga Suzani Leite Caribé, mestre em Educação e Contemporaneidade pela UNEB, sobre o tema, “Suporte psicológico para amamentação em tempos de pandemias: promovendo um mundo sustentável”. 

Enquanto isso, nesta quarta-feira, 5, a programação do Banco de Leite Humano do Hospital da Mulher desenvolveu atividades integrando mães, profissionais do BLH, estudantes e bolsistas da área da saúde. Uma delas foi a “Roleta da amamentação”, em que as mães tinham que girar a roleta e responder perguntas sobre o tema. A cada acerto ganhavam brindes e um folder de orientação.  

A campanha “Agosto Dourado”, mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio à amamentação, tem como tema neste ano “Apoie o Aleitamento Materno para um Planeta mais Saudável”.

  •  

Hospital da Mulher reforça a importância do aleitamento materno

3/8/2020, 15:16h

Na manhã de sábado, 1º de agosto, o Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher, deu início às atividades da campanha “Agosto Dourado”, cujo mês é dedicado ao incentivo do aleitamento materno. Além da programação com palestras virtuais, a abertura contou com a entrega de brindes ao primeiro e segundo recém-nascidos da Semana Mundial de Aleitamento Materno da unidade hospitalar.

O primeiro bebê homenageado, Pedro Henrique, nasceu de uma cesariana, 1h03 da madrugada do dia 1º, pesando 3,045kg. A mãe é Naiara Dantas de Alcântara. O segundo recém-nascido do mês foi Artur, pesando 3,085kg. A mãe, Eliane Ananias dos S. Araújo, teve parto normal, às 3h59h, também no Hospital da Mulher.

A ação contou com as presenças da diretora do Complexo Materno Infantil, Charline Portugal; da coordenadora do Banco de Leite Humano do HIPS Camila Martins, além de médicos e enfermeiras obstétricas. Foi entregue para as mamães do “Agosto Dourado”, cestas com kit de higiene. Elas também receberam informações sobre a importância da amamentação para a saúde do bebê. Ainda nesse dia ocorreu o 1º Lançamento do Spot de Rádio do Agosto Dourado.

Com o tema “Apoie o Aleitamento Materno para um Planeta mais Saudável!”, a campanha dá destaque para esse alimento que é essencial para o desenvolvimento da criança, como explica a coordenadora do Banco de Leite Humano: “O leite materno é o melhor alimento para o bebê. Além de ser o mais nutritivo, fortalece a imunidade e previne infecções”, afirma Camila Martins.

PROGRAMAÇÃO VIRTUAL

A diretora do Complexo Materno Infantil ressalta que a campanha é fundamental para enfatizar o valor da vida. “O ‘Agosto Dourado’, neste ano, devido a pandemia do coronavírus, terá uma programação virtual e extensa, que intensificará as ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno”, disse Charline Portugal ao destacar que haverá apresentações de trabalhos científicos de psicólogos, médicos, enfermeiros, nutricionistas, entre outros profissionais, que estão engajados na campanha de doação do leite materno.

Ela ainda afirma que o Hospital da Mulher promove ações de incentivo à doação do leite humano, todos os anos, sendo o Banco de Leite Humano referência nesse trabalho. “Espero que todos acessem e sejam multiplicadores do incentivo a esse alimento que salva a vida de crianças prematuras e ainda cria um vínculo afetivo importante para as famílias”, acrescentou a diretora do Complexo Materno Infantil.

A programação do “Agosto Dourado” teve início no último sábado, dia 1º de agosto, e segue até o dia 6 de setembro, e pode ser acessada através do site: www.even3.com.br/encontroaleitamentohips2020.

  •  

Hospital da Mulher realiza encontro virtual sobre aleitamento materno

31/7/2020, 19:22h

A Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS) vai realizar, entre 1º a 31 de agosto, o VII Encontro de Aleitamento Materno do Banco de Leite Humano do Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher. Neste ano, devido à pandemia do novo coronavírus, haverá uma programação por meio da internet. Trata-se do I Encontro Virtual de Aleitamento Materno. 

A atividade é em alusão a 29ª Semana Mundial de Aleitamento Materno e marca o início da campanha nacional Agosto Dourado, cujo tema é “Apoie o Aleitamento Materno por um Planeta mais Saudável”. O objetivo é intensificar a importância da amamentação nas primeiras horas de vida do recém-nascido, e que deve ser mantida de forma exclusiva por seis meses.

O encontro, que é gratuito, é destinado para profissionais da saúde, estudantes e a comunidade em geral. Para participar do evento virtual, basta acessar a plataforma disponível no site: www.evens3.com.br/encontroaleitamentohips2020.

A coordenadora do Banco de Leite Humano, Camilla Martins, destaca que foi necessário adequar a programação ao novo cenário pelo qual o país e o mundo atravessam devido à pandemia do coronavírus.

“Neste ano tivemos que adequar à nova realidade. Faremos nossos encontros pela internet, cujo intuito é a melhoria dos índices de aleitamento materno e da oferta de leite humano às crianças que, por algum motivo, estão desprovidas deste alimento”, afirma.

PROGRAMAÇÃO

Camilla Martins explica que a programação consta de palestras e relatos de experiências maternas, e será dividida em cinco módulos, sendo que cada um deles será lançado sempre às segundas-feiras de agosto. Cada módulo será ministrado por três a quatro palestrantes.

“O encontro virtual pretende levantar as questões que permeiam os vínculos entre a amamentação e a saúde do planeta, considerando as mudanças climáticas e a degradação ambiental”, acrescenta a coordenadora do Banco de Leite Humano. A carga horaria é de 10 horas e com certificado de 2 horas para ouvintes.

A presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, será uma das palestrantes. Ela vai discorrer sobre a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes (NBCAL) que, embora exista desde 1988, foi sancionada como lei em de 3 de janeiro de 2006.

“O conhecimento da NBCAL é de suma importância para os profissionais e a população, pois serve como referência para incentivar a prática do aleitamento materno, que deve ser exclusivo até os seis meses de vida do bebê e complementado até os dois anos de vida”, ressalta.

Além disso, durante as ações em alusão ao “Agosto Dourado”, haverá entrega de brindes ao primeiro e segundo recém-nascidos do mês, bem como atividades lúdicas sobre amamentação com as parturientes do projeto Mãe Canguru e Casa da Puérpera.

  •  

Hospital da Mulher recebe doações de Equipamentos de Proteção Individual

24/7/2020, 17:1h

A Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS) recebeu nesta quinta-feira, 24, doações de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que serão destinados para o Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher.

Os itens necessários no combate ao coronavírus serão de uso dos colaboradores e demais pessoas que comparecem à unidade hospitalar.

Foram doados 100 protetores faciais e duas caixas acrílicas para serem utilizadas durante a entubação de pacientes, que necessitarem de respiração mecânica.

Os materiais foram entregues pelas empresas Kiddo Brasil, ZC02, Okean Yachats, Grazit Brasil, Braskem e Unigel. A corrente de solidariedade contou ainda com a empresa Transmarinho Transporte.

A diretora presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas, ressaltou a relevância do gesto de solidariedade. “São insumos necessários para a proteção individual nesse período de pandemia. Unidos venceremos essa batalha contra o coronavírus”, disse.

A diretora do Complexo Materno Infantil do Hospital da Mulher, Charline Portugal, observou que o apoio da sociedade tem sido fundamental no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

  •  

Hospital da Mulher reforça medidas de prevenção contra o coronavírus

23/7/2020, 7:43h

A Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Fundação Hospitalar (FHFS), investiu R$ 2,6 milhões na estrutura do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, e na aquisição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Medida para assegurar a prevenção e minimizar os impactos de uma possível contaminação pelo coronavirus.

Além disso, as equipes passaram por capacitações para melhor atender as pacientes de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde e do Comitê Municipal da Covid-19.

Entre as ações implantadas, o espaço destinado para as pacientes com suspeita ou que tenham contraído a Covid-19, no Centro de Parto Normal. Desde o início da pandemia, 18 gestantes e puérperas já foram assistidas no leito de isolamento.

A diretora-presidente da Fundação Hospitalar, Giberte Lucas, destaca os investimentos da administração municipal no Hospital da Mulher.

“Seguimos um planejamento técnico para dar suporte às parturientes e gestantes em casos suspeitos, bem como aos recém-nascidos. Além disso, montamos um leito de isolamento na UTI Neonatal para casos específicos, com acompanhamento e assistência aos bebês de mães com suspeitas da Covid-19”, afirma.

Gilberte Lucas ainda destaca que no ambulatório da unidade hospitalar, onde o fluxo de atendimento diário é de quase 60 crianças, também foram adotadas medidas restritivas para evitar aglomerações. “Temos a tranquilidade de dizer que todas as medidas necessárias para proteger nossos pacientes e colaboradores estão sendo adotadas”, assegura.

Entre janeiro a junho deste ano, o Hospital da Mulher registrou 19.494 atendimentos e 5. 413 internamentos.

  •  

Fundação Hospitalar mantém regra de distanciamento nas homenagens ao Dia do Homem

21/7/2020, 14:1h

Consultas com urologista, marcação de exames de prevenção ao câncer da próstata e orientações sobre saúde mental marcaram as comemorações pelo Dia Nacional do Homem (15 de julho), realizadas nesta segunda-feira, 20, no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltêz (CMPC).

Foram mantidas as regras de distanciamento e de prevenção ao coronavírus. Cerca de 30 homens, na faixa etária entre 30 a 65 anos, participaram do evento. Os atendimentos médicos foram prestados pela urologista Luciana Vital. 

A coordenadora interina do CMPC, Bruna Lasse, destacou o objetivo do evento para alertar o quanto a saúde masculina precisa de mais atenção. “É uma parcela produtiva da população e que necessita de orientações para os cuidados preventivos ao câncer de próstata”.

"O primeiro passo para cuidar da saúde é a prevenção. E cabe aos profissionais da área alertar sobre os riscos e consequências na demora em procurar por atendimento médico”, diz a presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas.

Os serviços de prevenção ao câncer de próstata são ofertados gratuitamente pela Prefeitura de Feira de Santana.

  •  

Banco de Leite Humano do Hospital da Mulher realiza campanha para arrecadar potes

14/7/2020, 19:12h

O Banco de Leite Humano do HIPS – Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, está realizando uma campanha:”Doe amor em forma de potes”, com o intuito de arrecadar potes de vidro para armazenar o leite materno. As pessoas podem fazer o agendamento com a instituição para a entrega, em casa, através do telefone (75) 3602-7156.

Para Gilberte Lucas, diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), que administra o Hospital da Mulher, o recipiente é importante para serem utilizados nas coletas de leite humano. “Utilizamos os frascos tanto na montagem dos kits de doação do leite materno que enviamos às nossas doadoras para que elas façam a doação, como para pasteurizar os leites e armazenar. Com certeza precisamos fortalecer essa campanha e sensibilizar a população a fazer a doação de frascos”, explica.

De acordo com Camila da Cruz Martins, bióloga e coordenadora do BLH, a coleta de leite materno está sendo mantida. Mesmo durante a pandemia, a rota domiciliar ocorre de segunda a sexta-feira com o apoio do Corpo de Bombeiros - 2º GBM.

Entretanto, segundo ela, o que está faltando são os potes de armazenamento. ”Necessitamos de uma quantidade de frascos que possa suprir a coleta das mães doadoras. Eles têm que ser de vidro rígido com tampas de plástico, a exemplo dos potes de café solúvel ou maionese (de 150 ml a 500 ml). Façam o agendamento que iremos buscar, seguindo todos os protocolos de segurança e saúde do Comitê Municipal da Covid-19 e do Ministério da Saúde”, ressalta.

Além da doação de potes, as mães que estão amamentando também podem fazer a doação do leite excedente que são distribuídos para bebês neonatos, prematuros/de risco, internados no UTI, UCI e Mãe Cangurú. As puérperas, mães que acabaram de dar à luz, e que tenham produção de leite em excesso, podem fazer a doação diretamente no Banco de Leite, como também podem agendar a visita domiciliar para coleta.

O BLH funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, no HIPS. Nos finais de semana funciona apenas no sábado das 07h às 13h para atendimento externo e interno com distribuição e o acompanhamento de gestantes e puérperas que estão na maternidade. 

  •  

Hospital da Mulher fecha primeiro semestre com balanço positivo

13/7/2020, 15:16h

O primeiro semestre teve saldo positivo no atendimento do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, de acordo a Série Histórica 2020. Os dados revelados no balanço somente de janeiro a junho deste ano pela Prefeitura, através da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), apontam que a unidade teve 19.494 atendimentos e 5.413 internamentos nos últimos seis meses.

Quanto ao atendimento pela Classificação de Risco, este ano, foram acolhidas no HIPS, 13.225, sendo que desse total 2% teve classificação de alto risco, e estes atendimentos, cerca de 273, acolhidos e acompanhados durante toda a gestação no Ambulatório do Hospital da Mulher. Vale salientar, que os recém-nascidos prematuros têm, após alta médica, a oportunidade de atendimento ambulatorial gratuito por um ano e todos são realizados pela equipe médica.

Reconhecido como Maternidade Referência no atendimento de parto humanizado e com assistência para 80 municípios pactuados, o Hospital da Mulher em 2019 realizou 4.383 partos normais e 3.588 partos cesáreos. Dados que colocam o HIPS em primeiro lugar na Bahia pelo número de atendimentos, cujo percentual de partos normais de 54,99%, muito acima da média brasileira que é de 53,4%.

Outro diferencial da maternidade, na gestão do prefeito Colbert Martins Filho, é a oferta diária de tratamento especializado com Neuro Pediatra, Cardiologista Pediátrico, Fisioterapeuta e Fonoaudiólogo, além de assistência pré-natal com a realização dos testes do pezinho, da orelhinha, da linguinha, do olhinho e do ouvidinho. Todos os exames são recomendados pelo Ministério da Saúde.

A Série Histórica apresenta também os dados do atendimento no Hospital Municipal da Criança José Eduacy Lins, responsável pelo atendimento especializado em pediatria para 2.153 pacientes nesse semestre. Quanto a realização de exames laboratoriais, foram registrados 143.399 exames no Laboratório de Ánalises Clínicas  do Hospital Inácia Pinto dos Santos, sendo especificadamente, 66.962 Bioquímica I ,842 Bioquímica II, Fezes 4.120.Foram também realizados 13.547exames Hematologia I, 2.386 Hematologia II, Imuno-Hormônio 22.378, Imunologia 1.787, Microbiologia 1.937, Urina 7.088. Teste do Pezinho 1.060. Imuno-Bioquímica, 2.397 e 18.888 Imuno-Hematologia. Sendo 143.399 total de exames realizados no semestre desse ano.

O relatório destaca a produtividade também no Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem Dr. Eugênio Laurine (CMDI), nos últimos seis meses, o total de procedimentos realizados foram 21.057 exames. Sendo 4.065 exames de Raio X,1.405 Mamografias, 240 Densitometria,12.127 Ultrassonografia, 2.514 Eletrocardiograma e 706 Punção de Mama.

Já no Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC), os procedimentos realizados este ano, de janeiro a junho, foram  8.537.  Os exames ofertados  no CMPC são: Biópsias, Punção de Mama. Coleta de Material, Exame Citopatológico Cérvico-Vaginal, Colposcopia, Eletrocauterização, Ultrassonografia, além de consultas com Ginecologista/ Obstétrico, cardiologia, Mastologista, Enfermagem e Urologista.

  •  

Laboratório do Hospital da Mulher disponibiliza resultados de exames pela internet

10/7/2020, 7:9h

A Prefeitura Municipal, através da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), lançou uma ferramenta que permite à pacientes receber os resultados de exames pela internet. Está disponível para pacientes do Laboratório de Análises Clínicas do HIPS – Hospital Inácia Pinto dos Santos, mais conhecido Hospital da Mulher.

Os resultados de análises, podem ser consultados no endereço eletrônico: http://fhfs-fsa.ddns.net:10080/fhfs/laudos/. No atendimento o paciente receberá o comprovante que consta o código e a senha de acesso. Ele poderá acompanhar os resultados dos exames solicitados. A senha e o código de cada paciente é pessoal e intransferível. A partir daí, o acesso aos resultados deve ser feito com essas credenciais. Assim como fez, Ana Carolina Rêgo (foto),ao pegar os resultados laboratoriais do filho Juan Matheus.

Para o prefeito Colbert Martins Filho a iniciativa contribuirá com as regras de distanciamento e as normativas do Protocolo Municipal da Covid19. ”O nosso objetivo é oferecer comodidade e segurança aos nossos munícipes, frente aos desafios impostos pela pandemia, sendo os resultados de exames feitos no Laboratório do HIPS, entregues primordialmente, via internet”, frisou Colbert.

De acordo com a diretora-presidente da FHFS, Gilberte Lucas, “as vantagens operacionais do laudos online são altamente significantes, tendo forte impacto na redução de custos de impressão, no aumento da qualidade dos serviços prestados aos nossos pacientes, além de trazer modernidade para a administração pública, salientou.

A gestora disse ainda, que até o final do ano a ferramenta estará disponível para pacientes de outras unidades administradas pela fundação. ”Com certeza queremos o melhor para os nossos pacientes, com atendimento mais ágil e resultados céleres. A prefeitura vem investindo em equipamentos de ponta para o Hospital da Mulher e até o final do ano, vamos implantar no Centro Municipal Prevenção ao Câncer Romilda Maltêz e Centro Municipal Diagnóstico por Imagem Dr. Eugênio Laurine”.

  •  

Fundação Hospitalar segue com atendimento normal

7/7/2020, 18:3h

O atendimento das unidades de saúde mantidas pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS) seguem normal, mesmo após o decreto publicado pela Prefeitura limitando o expediente aberto ao público até as 13h. Por se tratar de um serviço essencial, o Hospital da Mulher, o Centro de Prevenção ao Câncer Romilda Maltêz (CMPC) e o Centro de Diagnóstico por Imagem Dr. Eugênio Laurine efetuam suas atividades sem alteração.

A diretora-presidente da FHFS, Gilberte Lucas, explica que não há motivos para a população deixar de buscar atendimento, em caso de necessidade, por receio em relação ao coronavírus.

“Todos os setores que permaneçam funcionando, geridos pela fundação, estão respeitando estritamente os protocolos de proteção sanitária demandados pela situação atual e de todas as recomendações expedidas pelas autoridades sanitárias, inclusive pela OMS (Organização Mundial de Saúde”, explica Gilberte.

  •