Troca de recicláveis por muda de árvore promove incentivo à reciclagem no Feira V

11/6/2021, 7:29 | Foto: Wevilly Monteiro
Ponto de Entrega Voluntária de Resíduos continua até domingo, 14

Trocar materiais recicláveis e resíduos por mudas de árvores e adubo. Essa é a proposta da Sustentare, em parceria com a ONG Ame Mais e Prefeitura de Feira de Santana. Nesta quinta-feira, 10, o Ponto de Entrega Voluntária de Resíduos (PEV) foi montado na praça do bairro Feira V, onde segue até domingo, 14, das 10h às 15h. 

A iniciativa faz o incentivo à reciclagem, descarte correto do lixo e integra as ações em celebração da Semana do Meio Ambiente. Serviços de limpeza e manutenção também foram realizados na localidade. 

Podem ser trocadas garrafas pet, latas ou qualquer outro material reciclável, assim como óleo vegetal usado e lixo eletrônico - eletrodomésticos quebrados, pilhas, fios e cabos. Não importa a quantidade. 

Lucidalva Ferreira, aposentada, mora no bairro há quase 40 anos e aprovou a iniciativa. Ela foi a primeira a fazer a troca levando garrafas pet que tinha acumulado em casa. 

"Achei ótimo por conta da sustentabilidade e pela garantia de que eles vão reciclar. Me preocupo com o meio ambiente, reciclo tudo que tenho em casa", afirma. 

Com a troca, a aposentada retirou imediatamente a muda de pau-brasil e diz que pretende plantar no quintal de casa. Outras espécies nativas como ipê, flamboyant e amburana são algumas das opções. 

"Essa não é apenas uma ação local, pretendemos levar a proposta para outras localidades na cidade, assim como investir com a instalação de lixeiras para coleta seletiva nesta praça e dar apoio em futuras ações", explica o engenheiro operacional da Sustentare, André Rocha. 

O bairro foi escolhido devido solicitação da Organização Não Governamental (ONG) Ame Mais, que atua nas áreas de sustentabilidade, educação, saúde e assistência social, no Feira V, dando suporte a 60 famílias cadastradas. 

"Somos uma ONG que trabalha para a comunidade. Fizemos a solicitação para que fossem feitos reparos na praça, que também foi realizado, e fomos presenteados com esta ação de sustentabilidade", afirma o psicopedagogo Maycon de Jesus, secretário da ONG Ame Mais.

Segundo a analista de responsabilidade social da Sustentare, Ana Paula Cabral, esses serviços constroem vínculo com a comunidade. "Essa interação promove qualidade de vida e consciência ambiental. Eles passam a ter o senso coletivo de que é possível e é necessário colaborar com o meio ambiente. Pretendemos acrescentar essa iniciativa em nossas ações de forma frequente nos bairros", avalia. 

Os resíduos recicláveis coletados serão destinados à cooperativas de reciclagem. Assim como os eletrônicos. Já o óleo vegetal usado será transformado em sabão, para utilizar como troca das próximas ações. 

Clique aqui e ouça o podcast.

Clique aqui e assista ao vídeo.



  •