Colbert Filho busca na Sudene novos investimentos para Feira

8/9/2021, 17:38 | Foto: Renata Maia
Encontro tratou sobre recursos e solues com uso de tecnologias inteligentes

A atração de novos investimentos para Feira de Santana, sobretudo soluções que a transforme em uma Smart City  - conceito de Cidade Inteligente - foi pauta de reunião do prefeito Colbert Filho na Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste). Em viagem à capital Pernambucana, nesta quarta-feira, 8, o gestor está acompanhado pelo vice-prefeito, Fernando de Fabinho, e do secretário de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Carneiro.

A comitiva foi recebida pelo superintendente do órgão, Evaldo Cruz Neto, que destacou Feira, no ranking da Sudene, como primeira colocada entre municípios acima de 100 mil habitantes para receber um novo Plano de Desenvolvimento. “Feira é [município] prioritário”, assegurou.

Segundo Evaldo Neto, “há outras iniciativas, como linha de incentivos fiscais e acesso aos fundos que foram colocados à disposição para atrair novos investimentos, bem como a manutenção da atividade empregatícia já existente”, informou.

Durante a reunião buscou-se alinhar, ainda, visita à Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial - órgão do Governo que cuida de forma mais direta sobre Cidades Inteligentes - a fim de possibilitar a criação de áreas de Sandbox (ambiente urbano para área de validação de tecnologias), estudos e práticas tecnológicas dentro da cidade.

“Com isso torna-se possível viabilizar algumas iniciativas, como semáforos e iluminação inteligentes, câmeras de videomonitoramento, reconhecimento facial e também implantação da tecnologia 5G nas novas luminárias”.

O prefeito Colbert Filho ressaltou que trabalha desde 2018 com novos projetos, alguns em andamento, mas a partir desta oportunidade poderá avançar ainda mais no diagnóstico da cidade, principalmente quanto à conectividade mobile. Na prática, um sistema Sandbox viabiliza o ambiente real interligando serviços públicos ao ecossistema 4.0 de um Centro de Controle e Operações (CCO), implantado recentemente pelo Governo Municipal.

“Conjuntamente à Sudene atuaremos visando o crescimento de Feira nas atividades de logística, questões ligadas ao meio-ambiente e, principalmente, em relação à tecnologia”.

O vice-prefeito Fernando de Fabinho, coordenador do grupo de trabalho pela retomada das atividades econômicas pós-pandemia, avalia que “os estudos são necessários para levantar informações à classe produtora voltar a gerar mais emprego e renda. Através da Sudene buscaremos outros parceiros importantes”.

 



  •