SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Prefeitura intensifica ações do Viva Vida para conter coronavírus no SIM

28/6/2020, 17:4h | Fotos: José Ricardo Santos

As ações do Viva Vida foram intensificadas pelo Governo do prefeito Colbert Martins Filho, neste fim de semana, para tentar conter o avanço do coronavírus Covid-19 no bairro SIM, que lidera no número de contágios no município de Feira de Santana. Além de conscientização da população para evitar aglomerações e adotar métodos preventivos, também foram montadas barreiras sanitárias e realizados testes rápidos em pessoas com suspeitas da doença.

As ações se concentraram ao longo da avenida Artêmia Pires, principal via de acesso para o bairro e local de intensa movimentação no comércio local. Justamente por isso, todos os estabelecimentos comerciais permaneceram fechados, neste sábado e domingo, respectivamente 27 e 28, exceto as farmácias.

Na avenida, foram montadas barreiras sanitárias, onde motoristas e pedestres passaram por aferição de temperatura e as pessoas com sintomas da doença foram submetidas a testes rápidos. No caso de positivo, foram orientadas a permanecerem em isolamento social, para não disseminarem a doença, e também a se dirigirem a uma unidade de saúde para novos exames e tratamento adequado.

A mobilização conta com a participação efetiva da Secretaria Municipal de Saúde(SMS), da Secretaria Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec), Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), Secretaria Municipal de Prevenção à Violência (Seprev), Guarda Municipal, Polícia Militar, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Superintendência Municipal de Trâsito (SMT), Secretaria de Comunicação e Procon.

O secretário da Settdec, Antônio Carlos Borges Júnior, acompanhou a ação e voltou a apelar à população para evitar aglomerações e permanecer em casa, somente saído em casos extremamente necessários. Alertou também para a importância do uso de máscaras, álcool em gel e da necessidade de comunicar ocorrências aos órgãos de saúde.

Para quem foi ao local onde foram realizados os testes rápidos, a iniciativa provocou um alívio com resultados negativos, mas também teve importância ao indicar imediatamente tratamento para os casos positivos. “Volto para casa aliviada porque os sintomas do coronavirus se confundem com os da gripe. Graças a Deus, o que estou sentindo certamente é só uma gripe, mas vou cuidar porque gripe é sinal de que estou com a imunidade em baixa e posso pegar outras doenças mais facilmente”, afirmou a moradora Antonieta Barbosa de Jesus.



  •